Notarial Editor
Home
A Empresa
Nossos Serviços
- Livros Classificadores
- Apostilas
- Assessoria Contábil
- Assessoria Jurídica
Publicações
- Alerta
- Boletim Mensal
- Boletim Especial
- Classificadores 2018
- Correição
- Livros Classificadores
- Parec. Não-Publicados
- Tabela de Custas
- Recomendações da CGJ
Notícias
Atos Adm. e Dec. 1ª e 2ª Vara de Reg. Púb.
Pareceres
Artigos
Jurisprudências
Legislações
Súmulas
Editais e Leilões
Normas da CGJ
Provimentos
Fale Conosco
- Central do Assinante
- Contato
USUÁRIO
SENHA



UOL - INSS irá fornecer salário-maternidade automaticamente após registro do bebê

Publicado em 09/02/2018


O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) anunciou que passará a disponibilizar, a partir deste mês de fevereiro, o salário-maternidade automaticamente após o registro do bebê.

A novidade é parte de um pacote de benefícios que terão seu acesso simplificado ao contribuinte, entre eles, a simulação do tempo de contribuição e a concessão de aposentadoria integral.

Ao acessar o site do INSS ou ligar para o 135 para fazer o agendamento da requisição do salário-maternidade, as mães serão informadas se o serviço já está disponível e se elas podem receber o benefício sem ir a uma agência.

A facilidade será possível apenas para quem tiver o filho registrado em um cartório que envie os dados da Certidão de Nascimento para o SIRC (Sistema Nacional de Informações do Registro Civil), portanto, é importante consultá-los.

Para que receber o salário-maternidade imediatamente, a mãe também precisa estar com o cadastro em dia na base de dados do INSS. Para checar estas informações, acesse o site da instituição.

O salário-maternidade é um benefício concedido às mães durante o período de afastamento após o nascimento ou a adoção de uma criança. O valor recebido é a média de suas últimas 12 contribuições, sendo que o valor não ultrapassar o teto estabelecido pelo INSS de R$ 5.645.

Fonte: UOL

.

VoltarVoltar